10 fantasticos Livros sobre estética

Veja  10 mais vendidos Livros sobre estética

SaleLivro N. 1
Terapêutica em Estética. Conceitos e Técnicas
  • Fábio dos Santos Borges, Flávia Acedo Scorza
  • Publisher: Phorte
  • Edition no. 1 (05/03/2016)
  • Capa dura: 584 pages
Livro N. 2
Estética (PAP - Filosofia)
  • Kathrin Rosenfield
  • Zahar
  • eBook Kindle
  • Português
Livro N. 3
Iniciação à Estética (Biblioteca Áurea)
  • Ariano Suassuna
  • Publisher: Nova Fronteira
  • Capa dura: 320 pages
SaleLivro N. 4
Tratado de Medicina Estética. 3 Volumes
  • Mauricio De Maio
  • Publisher: Roca
  • Edition no. 2 (07/04/2011)
  • Capa comum: 2056 pages
SaleLivro N. 5
Técnicas estéticas faciais
  • Karina Kiyoko Kamizato e Silvia Gonçalves Brito
  • Publisher: Editora Érica
  • Edition no. 1 (07/25/2014)
  • Capa comum: 136 pages
SaleLivro N. 6
Raciocínio Clínico aplicado à Estética Facial
  • ISBN: 9788552949053
  • Páginas: 328
  • Edição: 1ª/Ano: 2019
  • Encadernação: Capa Dura
  • Formato: 18x25
Livro N. 7
Estética: de Platão a Peirce
  • Lucia Santaella
  • Lucia Santaella/C0D3S
  • eBook Kindle
  • Edition no. 1 (12/03/2017)
  • Português
SaleLivro N. 8
Desmistificando Assuntos Da Estética
  • Carla Leone
  • Estética Experts
  • Capa dura (Tankobon)
  • Edition no. 2 (01/01/1970)
  • Português
SaleLivro N. 9
Cursos de Estética I
  • G. W. F. Hegel
  • Publisher: EDUSP
  • Edition no. 2 (02/16/2015)
  • Capa comum: 312 pages
SaleLivro N. 10
Estética da criação verbal
  • Mikhail Bakhtin
  • Publisher: WMF Martins Fontes
  • Edition no. 6 (01/01/2011)
  • Capa comum: 512 pages

Entenda mais sobre o assunto:

Estética (do grego aisthésis: percepção, sensação, sensibilidade) é um ramo da filosofia que tem por objetivo o estudo, da natureza, da beleza e dos fundamentos da arte. Ela estuda o julgamento e a percepção do que é considerado beleza, a produção das emoções pelos fenômenos estéticos, bem como: as diferentes formas de arte e da técnica artística; a ideia, de obra, de arte e de criação; a relação entre matérias e formas nas artes. Por outro lado, a estética também pode ocupar-se do sublime, ou da privação da beleza, ou seja, o que pode ser considerado feio, ou até mesmo ridículo.[1]

Para Aristóteles e Platão, a estética era estudada e fundida com a lógica e a ética. O belo, o bom e o verdadeiro formavam uma unidade com a obra. A essência do belo seria alcançada identificando-o com o bom, tendo em conta os valores morais.[2] Na Idade Média surgiu a intenção de estudar a estética independente de outros ramos filosóficos.
No âmbito do Belo, dois aspectos fundamentais podem ser particularmente destacados: